Voip Via 4g 3g Telefone Via Internet


VoIP via 3G traz economia, mas não é tão simples
11 de novembro de 2008, 23:53
A cobertura e qualidade das conexões móveis via 4G 3G estão melhores e mais confiáveis e já é possível usá-las associada à telefonia VoIP satisfatoriamente. A economia obtida vale a pena, mas o caminho por informação é árduo e não muito simples.
No artigo anterior (Banda larga: conheça as ofertas 3G) falamos sobre serviços 3G disponíveis e uma breve lista de preços e comentários sobre cada operadora.
Agora vamos falar um pouco sobre como obter economia e tarifas menores ao utilizar conexão banda larga fixa e 3G em ligações telefônicas.
A partir de um exemplo de uso vamos falar sobre as tecnologias e aparelhos envolvidos e algumas dicas. São muitas opções, por isso ponha no papel, esboce o seu perfil de consumo e determine quanto quer investir para isso.
Ao contrário de um plano de telefonia fixa ou móvel, um plano VoIP raramente amarra o usuário em contratos de fidelidade, o que facilita muito na troca para um outro plano ou operadora que o atenda melhor.
Vou usar como exemplo o meu caso de uso, que pode ajudar quem viaja com freqüência e não tem à disposição um telefone fixo em todos os lugares onde passa.
Eu e minha esposa somos de uma cidade pequena do Triângulo Mineiro, chamada Iturama. Atualmente moro em São Paulo, capital. Sou consultor, viajo com frequência e raramente estou em São Paulo durante a semana.
Nesse contexto seleciono as seguintes necessidades:
    Ligações frequentes para celulares e telefones fixos em São Paulo-SP (DDD 11);
    Ligações semanais para telefones fixos em Iturama-MG (DDD 34);
      Recebimento frequente de ligações fora de São Paulo, tanto pessoais quanto profissionais.
Em casa
Quando mudei para São Paulo tive uma linha fixa da Telefônica com banda larga Speedy. Tive problemas e não concordava em pagar uma mensalidade sem ter nada em troca (Telefônica).
Cancelei a minha assinatura, migrei para a o serviço de banda larga da Neovia e assinei o serviço do Skype chamado SkypeIn, que dá ao usuário um número fixo. Mas não suportei por muito tempo deixar o computador ligado por causa do Skype.
Optei em seguida por uma conexão banda larga NET Virtua e uma linha VoIP da TMais com DDD 11 pré-pago, conjunto que mantenho faz mais de dois anos. Com isso encontrei uma alternativa econômica para a minha necessidade de fazer e receber ligações locais sem vínculo com mensalidade.

Para as ligações para Iturama-MG descobri recentemente uma operadora de VoIP chamada Azzu. Assinei um serviço pré-pago e resolvi mais esse problema. A Azzu, antes chamada Tudo Mais, é o serviço de VoIP da NetSite, o braço de internet da CTBC, operadora de telefonia do Triângulo Mineiro e mais algumas cidades do interior de São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. Uso esta linha para ligar para Minas e economizar.
Fora de casa.
O serviço celular no Brasil continua com tarifas muito caras para utilização fora do padrão do seu plano. E quando você não tem padrão? Esse é o meu caso.
Optei então por assinar um plano corporativo da Claro com um valor em reais para gastar como quiser: SMS, MMS, ligações locais, ligações interurbanas, deslocamentos etc. Tudo é debitado desse ? Crédito?. Caso não consuma todo o plano, a diferença é acumulada para o próximo mês.
Enfim consegui atender parte das minhas necessidades com operadoras e serviços que me atendiam satisfatoriamente.
Agora era avaliar o funcionamento deles via conexão 3G para resolver o problema de fazer e receber ligações fora da minha área de cobertura, o que sai caro no celular. Para isso assinei um plano 3G da Claro de 2GB para usar com um Nokia N95 8GB com suporte nativo ao VoIP com tecnologia SIP (explicarei logo a seguir).
Assinei dois números para mim, um DDD 11 e um DDD 34, todos pré-pagos, ficando com três números no mesmo celular (dois VoIP via 3G e um celular), me custando nada mais do que 50 reais por semestre. Agora onde eu tiver conexão 3G ou rede sem fio tenho esses números funcionando, economizando deslocamento, barateando significativamente as ligações que faço e recebo de São Paulo e Iturama.
Solução simples? Nem um pouco. Demanda um bom conhecimento técnico e a busca de um serviço que melhor atenda sua necessidade. Não é como escolher uma operadora celular, onde você se dirige a uma loja e se informa pessoalmente – é tudo virtual, somente via internet e sem propaganda na TV.
Tecnologia
A questão tecnologia influenciará diretamente as suas escolhas, já que ela determina o valor a ser investido. Por isso vou dividir esse tema em três partes: conexão, aparelhos e VoIP.
Conexão
O pré-requisito para ligações via internet é uma conexão estável e com qualidade. A estabilidade está relacionada a não cair e manter um padrão mínimo de velocidade. Já a qualidade me refiro a um bom tempo de resposta entre você e o seu provedor de serviços de voz e uma rota eficiente.

Vamos partir do princípio de que a sua conexão é estável. Para atender os requisitos de qualidade você precisa ter uma latência com o seu servidor VoIP por volta de 200ms e uma velocidade mínima constante de 100kbps (upload e download somados).
Para testar a latência vá até o prompt de comando e execute o comando pingpara o seu servidor VoIP. Por exemplo: ping ss.azzu.com.br, ping sip1.tmaisngn.com.br ou ping vono.net.br. Após quatro tentativas ele informa o tempo mínimo, médio e máximo. Verifique se estão inferiores a 200ms. Faça esse teste com frequência, para não ser influenciado por uma lentidão momentânea.
Para verificar se a rota está boa e sem perda de pacotes, execute o comandotracert no Windows, de forma similar ao ping. Rotas acima de 15 passos não costumam ser muito boas.
E, por fim, para verificar a sua velocidade, vá até algum buscador e procure por Teste de Velocidade ou Speed Test. Há várias opções. Da mesma forma que o ping, repita esse teste com frequência.
Alguns dos principais problemas que podemos encontrar em ligações VoIP e suas possíveis causas:
    Ligação com atraso: latência alta (maior do que 200ms);
    Ligação com cortes: rota com problemas (muitas perdas de pacotes de dados);
    Problemas na escuta: verifique se há alguma conexão concorrendo com a sua ligação, como o download de algum arquivo. Programas de compartilhamento de arquivos e o envio ou recebimento de e-mails com anexos grandes causam dificuldade na comunicação em um ou ambos os lados da conversa.
Quando falamos em VoIP sobre 3G as coisas pioram um pouquinho, já que algumas regiões ou torres podem estar saturadas e não suportar todo o tráfego, causando problemas. O serviço está melhorando a cada dia com a expansão das redes, monitoramento de uso por parte das operadoras e principalmente pela concorrência. Tenho testado o serviço da TIM, Vivo e Claro com sucesso, sem nenhum bloqueio ou problemas graves.
Aparelhos
Para fazer ligações via conexão 3G você pode utilizar computadores com modems ou aparelhos compatíveis.
Os modems podem ser utilizados em desktops ou notebooks utilizando softfones como Skype, GTalk, Live Messenger, TMais, Vono, Azzu, VoIPBuster, JustVoIP, etc.
Nesse caso é necessário um microfone e caixas de som ou fones de ouvido. Quando em ligações de computador para computador você pode usar até recursos de vídeo chamada, com o Skype e Live Messenger.

Outra opção é utilizar aparelhos celulares compatíveis com 3G nos quais você possa instalar softwares ou compatíveis nativamente com padrões VoIP. É importante a atenção na escolha do aparelho. Confirme a compatibilidade com a rede 3G que deseja utilizar, já que no Brasil há duas frequências 3G disponíveis (850 MHz ou 2100 MHz).
Celulares com sistemas operacionais como Symbian ou Windows Mobile possuem essa opção.
No tema VoIP, a seguir, comentarei melhor sobre as possibilidades que você possui. Infelizmente não encontrei nenhum com funcionalidade de vídeo chamada VoIP para celular… Quando será que isso vai chegar?
VoIP
VoIP é o acrônimo de Voice over Internet Protocol, ou em português Voz sobre Protocolo de Internet. São aplicações de voz usando como meio de comunicação a internet. Com a pressão para reduzir preços e encurtar distâncias, esse tipo de serviço está crescendo a passos largos.
A telefonia fixa no Brasil estava estagnada há algum tempo, ao contrário da telefonia móvel, que expande a passos largos. O mercado mudou um pouco do ano passado para cá e hoje cresce a demanda por telefonia fixa com a entrada de operadoras baseadas em TVs a cabo (NET Fone ou TVA Voz), telefonia fixa? Sem fio? (TIM Fixo ou Livre da Embratel), além de operadoras VoIP puras, como TMais, Vono, SkypeIn e Azzu, entre outras.
Nesse artigo vamos nos ater às tecnologias envolvidas com as operadoras VoIP ditas ?puras? – as que utilizam somente a internet, sem depender de torres ou cabos.
Nesse caso é relevante dividir em dois blocos: as que utilizam tecnologias proprietários e as que utilizam tecnologias abertas. Além dessa, faço uma segunda divisão: as que fazem ligações computador para computador, computador para telefone, e por último as que fazem e recebem ligações de qualquer telefone.
Padrões proprietários e abertos
O mundo da tecnologia vive de padrões, alguns abertos e muitos proprietários. Não ia ser diferente para a comunicação de voz via internet. Vou falar basicamente de quatro padrões, os mais conhecidos:
Skype: esse é baseado numa velha conhecida, a rede de compartilhamento de arquivos Kazaa. Somente compatível com o seu programa, o Skype é um dos impulsionadores da utilização de ligações pela internet;
Live Messenger: o mensageiro da Microsoft, que também tem o seu próprio padrão e também começa a entrar no mercado de ligações além de sua rede;
Google Talk: o mensageiro do Google, com uma utilização um pouco menor que os seus concorrentes, só que utiliza uma variante do protocolo Jingle, usado por várias outras aplicações não tão proprietárias assim.

SIP: é o acrônimo de Session Initiation Protocol ou Protocolo de Inicialização de Sessão. É o que eu chamo de VoIP de verdade, já que fabricantes podem disponibilizar equipamentos compatíveis como roteadores, telefones VoIP ou celulares como a Nokia e HTC. É um padrão aprovado desde o final de 2000 e adotado pelas principais operadoras de VoIP nacionais e internacionais.
Computador para computador
Todos os serviços VoIP que conheço fazem isso e não conheço nenhum que cobre por ligações feitas de computador para computador quando dentro da mesma rede. Nesse grupo a grande maioria é formada por programas de mensagens instantâneas como Skype, GTalk, Live Messenger, Yahoo Messenger, ICQ. Além, é claro, dos softfones das operadoras VoIP.
Nesse tipo não é necessário um número de telefone, somente possuir o código ou usuário do destinatário da ligação. As questões de tecnologia proprietária ou aberta não são relevantes, já que as ligações são intra-rede e as possibilidades de problemas são menores por não haver redirecionamentos.
Computador para telefone
Essa modalidade requer a assinatura de algum tipo de pacote de serviços, pacote de minutos ou pagamento avulso por ligação. Não requer nenhum tipo de telefone ou adaptador, somente o computador com microfone e caixas de som/fone de ouvido.
No Brasil o Skype opera muito forte com o serviço SkypeOut, com parceria da Transit Telecom, já que é necessário uma licença da Anatel para oferecer serviços telefônicos. Ela tem planos muito atrativos, sem limitações de horários ou escolha de operadora de longa distância. Lançou recentemente um pacote por R$ 14,95 que dá direito a 400 minutos de ligações a qualquer telefone fixo no Brasil a qualquer hora.
Outras operadoras utilizam softfones, sem a necessidade de ter um número de telefone, e não só empresas brasileiras, várias internacionais como VoIPBuster e JustVoIP. Com preços extremamente atraentes, esses serviços compram lotes grandes de minutos das grandes operadoras brasileiras, justificando os seus baixos preços.
Aqui deixo uma minha opinião: testem bem qualquer serviço que não seja brasileiro, já que você pode estar fazendo uma ligação via internet para uma central em outro país e em seguida uma ligação internacional para o destino final. Em termos de custo não fará diferença, o que importa é o possível atraso, eco ou má qualidade nesse vai e vem telefônico.
Operadoras VoIP nacionais têm preços bem atrativos também. Vale muito a pena procurar na internet as opções da sua região.
Fazem e recebem ligações
Aqui entra a obrigatoriedade de possuir um número fixo, independente de você estar em um computador ou aparelho celular via 3G ou Wi-Fi.
Aqui se restringem mais as opções de operadoras, já que existe uma regulamentação da Anatel para os que querem oferecer esse tipo de serviço. Ou a operadora solicita licença diretamente da Anatel, pegando um tronco de número telefônicos, ou então faz como o Skype, se associando a alguma que possui essa licença como a Transit Telecom.
É boa a liberdade de receber ligações de qualquer telefone (fixo ou celular), sem o?Ligador? saber se é um telefone VoIP. Mais interessante ainda é você ter mobilidade e poder usar esse telefone onde estiver independente de país ou região. Basta estar conectado na internet. Melhor ainda por não ter o inconveniente de pagar deslocamento.
Nesse caso é uma boa opção usar o computador ou algum dispositivo móvel, com conexão 3G, livre de cabos. Isso sim é mobilidade no estado da arte.
Alguns serviços oferecem o número telefônico fixo como padrão ou como um serviço adicional contratado por tempo determinado. Felizmente as opções são boas. Em algumas pode se comprar vários números de regiões diferentes do Brasil, como no caso de uma loja virtual em que se quer oferecer ligação local seus clientes nas grandes capitais.
Nem tudo são flores, como no caso de você ligar para um número fixo de outra operadora VoIP. Você vai fazer uma ligação via internet para a central da sua operadora, ela fará uma ligação ? Física? Para a outra operadora, que por sua vez vai converter em uma nova ligação via internet para o destinatário. Ufa, que viagem! Isso pode gerar atrasos e ecos.
No mercado há vários aparelhos celulares que suportam nativamente VoIP via SIP, como os celulares da Nokia com o sistema operacional móvel Symbian, ou da HTC com o Windows Mobile. Primeiro confira se essas funcionalidades estão liberadas em seus aparelhos, pois algumas operadoras costumam retirar essas funções.
Além do suporte nativo ao padrão VoIP SIP, é interessante procurar se o Skype tem versão do seu programa para o seu celular. Há programas como o Fring e iSkoot que suportam a rede Skype e têm compatibilidade com um número muito maior de celulares que o próprio Skype.
Conclusão
A cobertura e qualidade das conexões móveis via 3G estão cada dia melhores e mais confiáveis. Já é possível usar esse tipo de serviço associado à telefonia VoIP satisfatoriamente. A economia conseguida vale a pena – só que o caminho por informação é árduo e não muito simples.
Utilizo telefonia VoIP via conexão banda larga fixa há mais de dois anos e via 3G há cinco meses e só tenho a elogiar. As operadoras estão fazendo a parte delas em melhorar os serviços e cabe a nós agora a divulgar e auxiliar os que querem entrar nessa nova onda.
Se você quer começar a usar esses serviços, procure blogs e fóruns especializados. Há muita gente com boa vontade para auxiliar nas escolhas e nas configurações. Esse texto não pretende esgotar o tema, e sim dar uma pincelada e passar a opinião de um usuário que ? Apanhou? Para chegar onde chegou.

PESQUISA SOBRE O USO DE 3G PARA VOIP
A transmissão de voz sobre IP através das redes de terceira geração (3G) deverá crescer a taxas elevadas nos próximos anos, ultrapassando as redes WiFi e se tornando o principal meio de comunicação através da plataforma internet (IP).
A afirmação é de um estudo divulgado hoje (13/11) pela empresa de pesquisas Disruptive Analysis. Segundo a empresa, o número de usuários de VoIP através da terceira geração de celular, hoje virtualmente zero, será de 250 milhões no final de 2012 em todo o mundo.
A pesquisa afirma que partirá das próprias operadoras de telefonia a disseminação de VoIP pelas redes de celular. Segundo a Disruptive Analysis, o movimento vai permitir que as operadoras completem mais ligações dentro do escasso espectro que detêm, o que vai reduzir suas despesas operacionais e possibilitar a oferta de novos serviços.
Além das operadoras que detêm concessões, empresas independentes também irão explorar a oferta de serviços de voz através da terceira geração de celular, de acordo com o estudo. A estratégia dessas operadoras de menor porte, de acordo com a pesquisa, será oferecer tarifas flat para tráfego de dados e sistemas operacionais abertos para garantir a competitividade com as demais operadoras.
A pesquisa estima que, dos 250 milhões de usuários de VoIP através da terceira geração, cerca de 60 milhões serão clientes de operadoras independentes.
A MELHOR SAIDA AINDA É NOSSA SOLUÇÃO PEG E LIGG, VEJA
TELEFONIA FIXA ILIMITADA PELA INTERNET 3G COM QUALIDADE DIGITAL

Peg e Ligg Telefonia Digital fixa barata, portátil, e ilimitada

                     
Faça ligações ilimitadas para telefones fixos do Brasil sem pagar nada
Você compra o Peg e Ligg por R$349,90 e ganha o primeiro mês do serviço de chamadas ilimitadas para fixo Brasil.
Nos meses seguintes a renovação do serviço é R$39,90.
Você pode fazer um plano de fidelização com mais descontos.
A tarifa para celular é pré-paga e de R$0,49 o minuto.
Você pode instalar no seu Android/iOS o app do Peg e Ligg e usar seu plano na plataforma móvel.
Na ativação do Peg e Ligg você escolhe o DDD e a cidade que vai receber o seu número Peg e Ligg.
Você precisa de internet 3G de 1Mb para usar o Peg e Ligg com qualidade nas chamadas.
As vantagens do Pegue e ligg:
A Primeira linha fixa Voip com Qualidade digital do Brasil, aproveite.
Com o Peg e Ligg fica muito mais fácil e barato se comunicar com quem você quiser.
Falar ilimitado: Fale ilimitado com qualquer operadora de telefone fixo no Brasil e todos os telefones dos EUA.
Baixo custo: Faça e receba chamadas locais, DDD e DDI ilimitadas pelo menor custo do mercado!
Economia e mobilidade: Leve com você para qualquer lugar do mundo, faça e receba chamadas sem pagar tarifas de deslocamento.
Fácil de usar: Funciona com qualquer aparelho telefônico convencional ou com o áudio do computador. Plataforma Windows.
Como funciona: O Peg e Ligg funciona a partir da conexão do dispositivo USB Peg e Ligg em seu computador pessoal e também da instalação do software Peg e Ligg (Plataforma Windows).
1) Conecte o cabo do aparelho telefônico convencional na entrada do Peg e Ligg. Pode ser a base do seu telefone sem fio.
2) Após ligar o Peg e Ligg ao telefone você deve conectar o cabo USB à um computador com acesso à Internet 3g.
3) Ative o serviço na tela do computador. Pronto! Você já pode fazer e receber ligações á vontade.
 APROVEITE PARA COMPRAR O PEG E LIGG AGORA QUE VOCÊ VAI TER INTERNET 3G DE ALTA QUALIDADE COM NOSSAS SOLUÇÕES DE ANTENA3G E O RÁDIO MODEM RURAL 4G 3G AMPLIFICADO.


INSTALAÇÃO
ARTIGOS
MÍDIAS SOCIAIS
Facebook Twiitter